O tempo passa rápido

O tempo passa rápido

domingo, 31 de março de 2013

O que o Nicolas tinha?

Bom o Nicolas ele nasceu com uma má formação intestinal congênita.
Digamos que:
O intestino dele ia até um certo ponto, parava e depois continuava.
Uma coisa que não foi constatada na gravidez, aqui em Paranaguá ele nasceu, digamos que aparentemente perfeito, por mais que ele fosse prematuro de 34 semanas, nasceu forte, chorando e respirando bem.

Passou 24 horas do nascimento do Nicolas e ele não avia evacuado(feito cocô) ainda, e estava vomitando muito, o idiota do medico que atendeu ele no plantão pensou que ele tivesse refluxo(comum em bebê prematuro, que bom se fosse refluxo.) foi quando teve a troca de plantão e a Dra. Rita de Cassia suspeitou de alguma coisa, pois fazia mais de 24 horas que ele não havia evacuado. Então a Dra. pensou que fosse uma rolha de meconio(glândula que tranca o canal do ânus.) então ela correu atras de uma vaga na Uti Neo Natal do Hospital Pequeno Príncipe em Curitiba, e já foi atras de uma transferência imediata.
Chegando em Curitiba o Nicolas teve uma grave perfuração intestinal, o que causou necrosamento de 15 centímetros do intestino dele, onde ele fez uma colostomia, uns 15 dias depois ele teve outra perfuração intestinal e mais necrosamento de intestino que teve que ser retirado novamente e ele fez uma ileostomia
 Ai ele ficou mais um tempo na Uti e teve alta pra enfermaria, tivemos nossos momentos mais felizes lá.
Nicolas usava bolsa de colostomia ou seja ele evacuava por aquele pedacinho de intestino que estava na pequena cintura dele, apesar disso ele era um bebê super ativo, esperto, risonho, brincalhão.




(Neocate leite que ele tomava.)
Ele tomava um leite super especial que se chama Neocate, fora o Neocate ele também tomava a dieta parenteral, que são os nutrientes mandado via picc, um tipo de cateter central. Era muito difícil para ele engordar pois um bebê saudável tem cerca de 200 centímetros de intestino e o Nicolas tinha pouco menos de 40 centímetros. Cada 20 ou 30 gramas para ele era um grande obstáculo.
Com o passar do tempo os altos e baixos, ganha e perca de peso quando ele estava completando 3 meses veio o veredito.
Cirurgia para fechar a ileostomia.





Fez a cirurgia super bem e lindão.









Se recuperou super 10 e voltou para a enfermaria..








Mas como nem tudo na vida é flores o Nicolas contraiu uma bactéria hospitalar, o que foi extremamente difícil para ele pois ele estava super debilitado apesar de estar se recuperando bem da cirurgia.
A bactéria se chamava septicemia sepse. Isso foi o que matou de fato o Nicolas, uma infecção generalizada que parou todos os orgãos dele até chegar no coração.
Ele foi um bravo guerreiro que lutou até o fim com muita bravura, foi forte e continuou lutando mesmo quando seu corpo já estava desistindo, fiquei horas debruçada no leito dele pedindo pra ele ir embora pois a mamãe já estava cansada de ver ele sofrer.





Ultima foto do Nicolas, ele estava tão inchado que nem parecia mais ser o meu bebê, seu pequeno corpinho todo judiado, a mamãe não queria isso pra sempre pro seu bebê.
Horas antes do Nicolas falecer ele fez outra cirurgia, teve uma parada cardiaca e voltou pra Uti Geral só pra dizer adeus pra mamãe dele.



Nicolas Rafael Teixeira Santana S.
A mamãe te ama demais e você é, e sempre será meu maior orgulho, enfrentou uma tremenda batalha na vida, passou pela dor carnal em seus 4 meses de vida e sempre assim, sorrindo.


* 08/07/2011
+ 08/11/2011

8 comentários:

  1. Nossa Lêlla, como vc é forte amiga!, te admiro muuito viu s2

    ResponderExcluir
  2. Olá Leticia, meu nome é Adriana e tenho uma historia muito parecida com a sua. Meu filho tb nasceu com uma obstrução intestinal , tb chama Nicolas e faleceu com 5 meses e 12 dias. Fez varias cirurgias tb, mais faleceu com uma desnutrição profunda. Se quiser conhecer minha historia e conversar, entra no meu face.( Facebook: Adriana - Michell Antunes)Adorei sua pagina, vc e seu filho foram muito guerreiros, igual ao meu guerreiro que esta ao lado do pai. Grande beijo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já está adicionada querida.
      Muito obrigado, que deus abençoe todas nós.

      Excluir
    2. A TODAS ESSAS MÃES GUERREIRAS QUE CONHECEM O QUE É UMA DOR DE VERDADE...
      OS MEUS SENTIMENTOS! E QUE DEUS COM CERTEZA AS CONSOLARÁ SEMPRE OS CORAÇÕES DE VCS...SOU MÃE TBM E SENTI UMA DOR LENDO ESSAS HISTÓRIA, MAS NADA COMPARADA A DOR DE VCS...ABRÇS

      Excluir
  3. Que triste a história do seu pequeno grande guerreiro... Fiquei emocionada. Essa má formação não tem como ser descoberta na gravidez? Deus abençoe vc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tinha sim, mais não havia muita coisa para fazer, pois ele nasceu com uma grande ausencia intestinal.

      Excluir
  4. Passei pela mesma situação a pouco tempo... ainda tô mal... mais adorei ler aqui tudo isso sobre o filho de vcs....

    ResponderExcluir